Queda de helicóptero em Espírito Santo Dourado: buscas por vítimas continua


Helicóptero cai próximo à MG-179, na zona rural de Espírito Santo Dourado (Imagem: Divulgação Corpo de Bombeiros)

Atualizado às 12h20

O Corpo de Bombeiros ainda busca por duas pessoas que estariam no helicóptero que caiu no início da noite deste sábado (16), em Espírito Santo Dourado. A aeronave caiu próximo à rodovia MG-179, na zona rural do município, por volta das 19h. O plano de voo registrava quatro pessoas a bordo, mas, apenas duas pessoas estariam na aeronave no momento da queda. As buscas, que têm participação de equipes dos bombeiros e da Polícia Militar, ainda não localizaram sinais dos corpos dos tripulantes. De acordo com as autoridades, o helicóptero teria sido financiado por uma mineradora junto a uma rede de bancos. Apesar da informação, as identidades dos passageiros ainda não foram confirmadas.

O capitão do Corpo de Bombeiros em Pouso Alegre, Ivan Santos Pereira Neto, informou à imprensa que a aeronave foi identificada como Agusta A109. Ela teria decolado de Nova Lima com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Também de acordo com ele, o modelo tem autonomia de voo de 2h30.

Varanda de moradora 'treme' durante queda

A queda do helicóptero foi registrada por uma moradora da região. A foto foi feita quando a aeronave já pegava fogo. Sabrina Carvalho e o marido correram à varanda da casa, alertados pelo barulho da explosão. Quando perceberam o que ocorria, foram de automóvel até o local da queda. Ao portal de notícias G1 eles contaram o que viram:

"Passou bem pertinho da minha casa, aí começou a tremer a estrutura metálica aqui da minha área, fazer bastante barulho mesmo. Meu marido saiu e falou que ele estava passando bem pertinho e piscando bastante, uma luz vermelha nele acendendo e apagando (...) Passaram uns segundos, a gente escutou aquele barulho de que tinha caído. Aí a gente já pegou o carro e foi lá, tinha explodido", disse Sabrina.

Investigação

O acidente será investigado pelo Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Moradores registraram momento da queda da aeronave (Imagem: Sabrina Carvalho)

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com