Ataques a ônibus: 129 já foram presos desde o início da onda de terror


Ataques a ônibus tiveram início em junho e se espalharam por diversas cidades do Estado

A onda de ataques a ônibus e depredação de patrimônio público comandada por uma facção criminosa resultou em 129 pessoas presas entre desde o mês de junho até esta segunda-feira (23). O balanço é da Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais. Os ataques começaram a ser registrados no começo de junho. Só em Pouso Alegre três ônibus foram incendiados.

Em Belo Horizonte e Região Metropolitana, ao menos 36 coletivos foram alvos dos vândalos. Para o interior, o governo de Minas não divulgou dados oficiais, mas as ocorrências registradas na imprensa chegaram a cerca de 30. Em nota, a secretaria informou: “Mandantes identificados já foram retirados de circulação por prisões realizadas pelas polícias Civil e Militar nas últimas semanas. Desde o início de junho, já são 129 presos em flagrante ou por mandado de prisão suspeitos de envolvimento em queima de ônibus”, pontuou.

Segundo a pasta, os ataques estão sendo tratados como prioridade pelas forças de segurança mineiras. Há, inclusive, apoio da Polícia Federal no desmantelamento da ação que seria orquestrada pela facção criminosa, embora as autoridades não confirmem a autoria dos ataques em série.

#Minas #DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com