Polícia investiga sequestro de recém-nascido


Criança está sob os cuidados do Conselho Tutelar, que a encaminhou para um abrigo

A Polícia Civil de Santa Rita do Sapucaí investiga um estranho caso de sequestro envolvendo um recém-nascido. A mãe do bebê registrou boletim de ocorrência, denunciando que uma mulher teria levado a criança. Uma das linhas de investigação, porém, cogita a possibilidade de o bebê ter sido negociado antes do nascimento, mas a mãe teria se arrependido do acerto após o parto, caso em que ambas as supostas envolvidas responderiam por crime.

A criança nasceu no dia 5 de julho. No hospital a mãe era acompanhada apenas por uma mulher de Rondônia. A polícia apurou que as duas não são parentes. Elas teriam se conhecido por meio de redes sociais. 11 dias depois, quando deixou a cidade, a mulher teria levado a bebê. No dia seguinte, a mãe registrou o boletim de ocorrência.

Em depoimento à polícia, a mãe afirmou que o bebê foi levado sem sua autorização. Também segundo ela, a mulher teria furtado documentos para obter a autorização de viagem e falsificado a assinatura. A mulher suspeita do rapto foi presa na sexta-feira (20), na rodoviária de Cuiabá. Ela estava com o bebê nos braços.

A criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar da cidade, que providenciou um abrigo. Em busca de esclarecer os fatos, a polícia ainda investiga se a suspeita ficaria com o recém-nascido ou se o venderia.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com