• Adevanir Vaz

Presidente do PAFC questiona não liberação do Manduzão: ‘Eles foram arbitrários’


Paulo da Pinta, o presidente do Pouso Alegre Futebol Clube (PAFC), criticou na tarde desta quinta-feira (02) a decisão da Polícia Militar (PM) de não liberar o estádio Manduzão para a torcida. O laudo da PM foi divulgado ontem (01). Com a negativa, o Dragão, que volta a disputar uma partida oficial depois de 9 anos, entrará em campo no sábado (04), às 15h, contra o Athletic de São João Del Rei com os portões do Manduzão fechados.

A diretoria ainda não desistiu de liberar as arquibancadas ainda que para um número restrito de torcedores e diz que o PAFC estuda alternativas. Confira a declaração do presidente:

#Esporte

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com