• Adevanir Vaz

Governo aposta em blindados para frear ataques a bancos


20 blindados serão distribuídos a cidades do interior nos próximos meses (Foto: divulgação PM)

Os ataques a bancos com uso de explosivos em Minas Gerais já se tornaram tão corriqueiros que já poderiam ser considerados banais, não fosse o impacto da violência envolvida. Apenas este ano já foram 66 ataques. Apesar do número de envolvidos presos, a Polícia Militar (PM) informa ser 40, não há sinais concretos de que as autoridades estejam em vias de derrotar o malfeito.

Em meio ao desalento, a PM surge agora com um novo trunfo que garante ter capacidade de reverter o quadro: veículos blindados. O mais novo instrumento de defesa do Estado no fronte de batalha responde por uma frota de 20 veículos que custaram a bagatela de R$ 7 milhões. Eles estão em fase de aquisição. Nos testes iniciais, um deles pode ser visto circulando pela região, em Poços de Caldas.

Eles começaram a ser distribuídos entre as cidades do interior, alvo recorrente dos bandos armados com dinamite, ao longo dos próximos meses. A ideia das forças policiais é que os blindados funcionem como uma espécie de trincheira no enfrentamento dos ataques com explosivos.

Ataques

Bando armado atacou agência bancária em Careaçu na madrugada de domingo (Foto: reprodução EPTV)

O mais recente ataque a banco na região ocorreu em Careaçu. O script é quase idêntico a outras dezenas de ações criminosas do gênero que têm assolado o Sul de Minas. Um bando fortemente armado, nesse caso eram 10 portando armas de grosso calibre, adentram à cidade de pequeno porte tocando terror.

O primeiro alvo deles são casas aleatórias, em um ato de intimidação. Aproveitando-se da pequena estrutura policial, eles praticamente sitiam as cidades antes de ir ao sei alvo principal: os caixas eletrônicos. Com a cidade praticamente sob o domínio dos criminosos, os caixas vão pelos ares com a detonação de quilos de dinamite.

Durante a fuga, o bando que aterrorizou Careaçu ainda trocou tiros com a polícia, mas não houve feridos. Nenhum dos criminosos havia sido preso até o fechamento desta matéria. Será que os blindados pesaram a favor da polícia daqui para frente?

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com