• Adevanir Vaz

IPREM não está quebrado, mas tem liquidez futura ameaçada, diz interventor


O interventor do IPREM Alberto Maia Valério na tribuna da Câmara (Foto: C.A.)

O interventor do Instituto Municipal de Previdência (IPREM), Alberto Maia Valério, afirmou na noite desta terça-feira (30) que o instituto não está quebrado, mas tem liquidez futura ameaçada. Valério afirma que cerca de R$ 99 milhões em aplicações do IPREM podem estar comprometidos e que um plano de saneamento dos investimentos está em curso.

A fala foi feita na tribuna da Câmara de Vereadores. Alberto Maia Valério foi convocado pelos parlamentares para prestar informações sobre a intervenção que ocorre desde abril no instituto de previdência dos servidores municipais.

Na última semana, Valério encaminhou ao presidente da Câmara uma nota técnica confidencial, tornada pública pouco depois, com um balanço do patrimônio do IPREM. No documento assinado pelo interventor e pelo diretor de finanças e arrecadação Renaldo Victor de Castro, estima-se o impacto de investimentos ilíquidos.

"Vários destes fundos vêm apresentando problemas para honrar suas obrigações, o que nos faz estimar que dos R$ 168.105.199,93, em torno de 60%, aproximadamente R$ 100 milhões, serão provisionados como perda", projeta.

Os valores exatos das projeções de perdas com as aplicações nos fundos chegaria a R$ 99.585.757,86. Neste montante, porém, não estão calculados os valores relativos às taxas de administração, que para estes fundos eram de 5 a 10 vezes superiores aos valores cobrados dos fundos tradicionais; também não estão contabilizadas as perdas com a liquidação da Corretora Gradual, onde o instituto também promoveu aplicações.

Plano de recuperação

O interventor informou que três ações principais estariam em curso para garantir a solidez do instituto de previdência. A primeira delas envolve o cálculo atuarial, uma estimativa do valor necessário de patrimônio para que o instituto permaneça sustentável ao longo do tempo. O estudo está a cargo do Banco do Brasil.

A segunda medida se debruça sobre a gestão do instituto que passa, nesse momento, por um processo de reestruturação; a terceira ação indicada pelo interventor trata da recuperação dos fundos supostamente comprometidos. De acordo com Valério, um enorme esforço está em curso para que fundos suspeitos sejam abertos e os valores investidos pelo IPREM retirados de suas aplicações.

#Política

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com