Planalto: não temos vínculos com a Princesa do Sul


Diretor de negócios do Grupo proprietário da nova concessionária de transporte coletivo de Pouso Alegre chamou uma coletiva de imprensa para dar mais detalhes sobre os preparativos para o início da operação da empresa e para afastar boatos de que a empresa teria vínculos com a concessionária local

Diretor de negócios da CSC, Roberto Torres, em coletiva de imprensa na manhã de hoje (Foto Cap. Ass.)

A Expresso Planalto, nova concessionária do transporte público de Pouso Alegre, só assume a operação do serviço em março de 2019, mas até lá, além de abrir caminho para que sua frota de cerca de 60 ônibus comece a rodar pela cidade, ainda terá um enorme desafio a vencer: resgatar a confiança dos pouso-alegrenses no transporte coletivo.

Depois de ter sido anunciada como a vencedora da licitação, a empresa já enfrenta seu primeiro teste de relações públicas. Entre a população, há enorme desconfiança de que a empresa tenha mantenha algum tipo de relação oculta com a atual concessionária, a Princesa do Sul, cuja imagem e qualidade do serviço que prestou nos últimos anos sofre incontestável repúdio popular.

Bastou ser dito na última semana que as duas empresas somariam forças para acelerar o período de transição que marca a mudança da concessionária para que os primeiros boatos surgissem. O movimento foi identificado pelo departamento de comunicação do Grupo CSC, dono da Planalto.

A direção preparou, então, uma ofensiva para esta segunda e terça-feira, com o envio de seu diretor de negócios, Roberto Torres, para prestar esclarecimentos, primeiro na Câmara de Vereadores com transmissão ao vivo pelos meios de comunicação do Legislativo local; depois em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça (18) com os principais veículos de comunicação da cidade. O R24 estava lá. Confira:

#Cidade

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com