Em Belo Horizonte, Dr. Paulo defende verbas para hospitais e aproximação da ALMG com o interior


O deputado eleito Dr. Paulo em entrevista à Rádio Itatiaia (Divulgação)

Em fevereiro, o vice-prefeito de Pouso Alegre, Dr. Paulo (Patriota), deixa o posto no município para assumir uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A ascensão do político representa o retorno de um representante direto do município à ALMG. A última vez que isso tinha acontecido foi em 2006, com Chico Rafael.

A poucas semanas de iniciar o mandato, Dr. Paulo já começa a se ambientar em Belo Horizonte. Na sexta-feira (11), ele falou pela primeira vez à imprensa da capital. Foi entrevistado pela repórter Edilene Lopes, da Rádio Itatiaia.

Na conversa, deixou claro suas duas prioridades de início de mandato: alocar verbas para os hospitais da região e aproximar a Assembleia do interior. Sugeriu, inclusive, que sejam criadas estruturas regionais de representação da ALMG para encurtar a distância geográfica que separa os pequenos municípios do centro do poder em Minas.

Hospitais

Para o depurado, que é médico de carreira do Estado, o esfacelamento das unidades de saúde das pequenas cidades é a razão da pressão crescente nas emergências dos hospitais regionais. "Os hospitais e santas casas [do interior] estão fechando por falta de investimento. A população, por não ter atendimento local, migra para hospitais regionais, o que sobrecarrega toda a região", ressalta.

Filiais da Assembleia

A aproximação da ALMG dos pequenos municípios mineiros deve se dar de maneira física. Foi o que sugeriu o deputado à rádio: "Acredito que os prefeitos e as pequenas cidades com grande dificuldade de acesso à capital, do ponto de vista geográfico, precisam de uma espécie de filial", defende.

Temas espinhosos

O deputado eleito foi confrontado ainda com os temas espinhentos, que têm ocupado com certa tensão a agenda de debates da opinião pública. Dr. Paulo foi perfeitamente político nas respostas.

Sobre o 'Escola Sem Partido' sugeriu que o Estado pode deixar de lado as polêmicas para se concentrar em ações que surtam efeitos práticos para a população. "São temas polêmicos e nós temos outros assuntos de grande relevância que podem ser discutidos com mais resolução para o cidadão", propôs.

E quanto às privatizações? Dr. Paulo defendeu que sejam privatizadas as empresas estatais que estejam dando prejuízo. "O estado está ali para gerir a população de uma forma ampla, e a estatal que não tem resultados pode ser reestatizada", projetou.

Por fim, defendeu a reforma da previdência como único caminho para reequilibrar as contas públicas. "“Não só em Minas, mas em todo o país. De alguma forma, terá de ser feito. A cada dia que passa o rombo é cada vez maior", concluiu.

>> Ouça a entrevista completa aqui

Esse conteúdo foi útil para você? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece em Pouso Alegre e região.

#Política

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com