Adolescente é detida por usar fantasia que faria apologia à maconha


Uma menina de 17 anos gostou de uma fantasia que viu na internet e resolveu confeccioná-la para desfilar o look no carnaval. Produziu com competência o traje, mas o resultado final não saiu como ela esperava. Ela acabou detida pela Polícia Militar na segunda-feira (04), no carnaval de Carmo da Cachoeira, a 139 quilômetros de Pouso Alegre. A fantasia que ela tanto gostou fazia apologia à maconha, segundo a PM.

"Não me enrola que eu não sou o seu beck", estava grafado sob um cartaz que a jovem sustentava no pescoço e caia sob a blusa, repleta de representações da planta. A indumentária completa tinha ainda minissaia e uma tiara com duas folhas da Cannabis em sua extremidade.

A menina, aparentemente, não tinha ideia de que a conduta poderia lhe render a reprimenda legal. Ela disse que viu a fantasia na internet e achou "bonita".

A fantasia foi apreendida e o contato foi feito com a mãe da jovem, que acompanhou a ocorrência até a liberação da filha.

Apologia prevê detenção

O Artigo 287 do Código Penal assinala como crime: "Fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime". A pena prevista é de detenção, de três a seis meses, ou multa. Como o consumo da droga é proibido, ao usar a roupa repleta de símbolos da Cannabis, a polícia considerou que a menina estaria enaltecendo o ato ilícito.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com