Sindicatos convocam greve geral em Pouso Alegre


Sindicatos que representam os servidores de Pouso Alegre alegam que administração se recusa a abrir diálogo sobre o reajuste anual da categoria

Os sindicatos que representam os servidores públicos municipais de Pouso Alegre convocaram greve geral para o dia 24 de abril. A paralisação é uma tentativa de fazer pressão sobre a administração de Rafael Simões (PSDB) para que ele abra uma mesa de negociações a fim de discutir o reajuste salarial dos servidores, cujo mês de referência é abril.

O movimento convocado pelo Sisempa e Sipromag prevê a paralisação de todos os setores da Prefeitura. Ao menos duas concentrações devem ser feitas ao longo do dia. Uma às 10h, na Praça João Pinheiro e outra, às 15h, em frente a Catedral Metropolitana. Esta última deve terminar com uma caminhada até a sede da Prefeitura.

Os servidores pedem reajuste de 10%, acréscimo de R$ 70 sobre o cartão alimentação e R$ 50 sobre o cartão de Natal, além de outros 15 pontos listados para serem levados à mesa de negociações que, até o momento, a Prefeitura não dá sinais de que vai abrir.

Na última semana, o líder do governo na Câmara, Rodrigo Modesto, disse que as negociações só seria abertas depois que o governador Romeu Zema (NOVO) desse sinais de como pretende pagar a dívida de cerca de R$ 100 milhões com o município. Dois dias depois da fala do vereador, Zema fechou acordo com os municípios para pagar a dívida do estado em 33 parcelas a partir de janeiro do ano que vem. O acordo, porém, não foi suficiente para que a negociação salarial fosse iniciada.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com