Justiça enquadra a Copasa, mas nega suspensão de taxa de esgoto


A 2ª Vara Cível de Pouso Alegre negou a suspensão da taxa de esgoto na cidade. A reivindicação havia sido feita pela prefeitura do município, por meio de um pedido liminar, em março, alegando que a empresa não trata a totalidade do esgoto na cidade, não lhe cabendo cobrar um serviço que não presta.

Apesar de não ter atendido a suspensão, a justiça atendeu parte do pedido liminar do município e deu até 120 dias para que a Copasa adeque seus sistemas de coleta e tratamento de esgoto na cidade, sob pena de multa diária de R$ 7 mil.

O prefeito Rafael Simões avaliou a decisão da justiça como favorável ao município, mas anunciou que deve recorrer da decisão quanto à não suspensão da taxa de esgoto. Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (07), ele disse que "está declarada guerra à companhia".

Confira:

#Cidade #Política

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com