Feminicídio em Santa Rita: homem diz à polícia que assassinato da namorada foi planejado


João Venceslau, de 69 anos, disse, em depoimento à polícia, que panejou a morte da namorada Cleide Gomes, de 54 anos. Também fazia parte de seus planos colocar fim na própria vida logo depois de executar o crime. Ele matou a namorada com seis facadas na madrugada desta terça-feira, em Santa Rita do Sapucaí, no bairro São Roque.

Na fuga, João teria desferido duas facadas contra o próprio peito e, na sequência, jogo o carro em que estava contra uma árvore, na BR-459. Mas ainda estava vivo quando a polícia chegou para prendê-o em flagrante pelo homicídio. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Smau) e levado para o hospital de Itajubá. Mas por que ele planejaria matar a namorada? À polícia, Venceslau disse que a motivação foi passional.

O caso

Pouco antes das 5h, no bairro São Roque, vizinhos ouviram gritos de uma discussão de casal e acionaram a Polícia Militar, que, ao chegar no local, encontrou o corpo da vítima caído na rua. Cleide levou seis facadas, três delas no peito.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) se deslocou até o local para socorrer a mulher, mas ela não resistiu aos ferimento e morreu antes de seguir para o hospital. Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médio Legal (IML) de Pouso Alegre.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com