• Adevanir Vaz

Zema deve anunciar Bilac Pinto na sexta-feira como seu novo secretário de Governo


Bilac Pinto é aliado de primeira hora do prefeito Rafael Simões e conta com simpatia e proximidade de boa parte dos prefeitos da região (Foto: divulgação)

Um dos postos chaves do governo de Minas deve ser ocupado pelo deputado federal Bilac Pinto (DEM). Ele deve ser anunciado na sexta-feira pelo governador Romeu Zema (Novo) na Secretaria de Governo. A pasta é considerada a mais politica do governo por conduzir o relacionamento do Estado com a Assembleia Legislativa e municípios. É a Secretaria de Governo que direciona o fluxo de repasses e convênios para as cidades, determinando a execução de obras prioritárias a nível regional, por exemplo.

Se confirmada a indicação, lideranças políticas do Sul de Minas vão ganhar um aliado de peso no governo Zema. Bilac Pinto tem estreito relacionamento com boa parte dos prefeitos da região. Um de seus aliados mais estratégicos atualmente é o prefeito Rafael Simões (PSDB) que, com sua indicação, ganharia um interlocutor valioso para aparar arestas com o governador, com quem já teve algumas rusgas no início do ano.

Bilac pediu tempo para organizar saída da Câmara

O deputado federal se reuniu com Zema nesta segunda-feira (19). Neste mesmo dia, o político do Novo havia exonerado seu então secretário de Governo Gustavo Mattos, contra quem pesava um ampla insatisfação na Assembleia Legislativa.

Escolhido por seu trânsito político entre deputados estaduais e prefeitos, Bilac confirmou à imprensa que foi sondado pelo governador, mas afirmou que ainda não tinha nada certo. Reportagem do Estado de Minas, porém, dá como certa a indicação do deputado. Mas ela deve ocorrer na sexta-feira. Bilac teria pedido uns dias para organizar sua saída. Sua vaga na Câmara federal será ocupada por Marcus Pestana (PSDB), primeiro suplente da coligação que reuniu PSDB, PSD, Solidariedade, PPS, DEM e PP nas eleições de 2018.

Presidente da Assembleia teve peso na mudança

A troa de guarda na Secretaria de Governo atende a pedidos do presidente da Assembleia, Agostinho Patrus (PV). O político apontou a mudança como indispensável para desanuviar o clima entre deputados estaduais e medida necessária para que as reformas propostas de ajuste fiscal do governo Zema tenham chance de prosperar.

Mas nem mesmo o partido do governador estava satisfeito com o desempenho de Mattos. Para a legenda, era ele o responsável por uma indigesta ascendência dos tucanos no governo Zema.

#Política

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com