Clínica veterinária diz que não fez descarte irregular de lixo hospitalar


Material foi descartado em terreno do bairro Jardim Guanabara. Clínica afirma que descarte foi feito por catador de recicláveis. Proprietário e colaboradores estariam no local para recolher o lixo veterinário - Foto: Ascom/PMPA

A clínica veterinária Amicão Pet Vet afirmou, por meio de nota, nesta quinta-feira, 19, que não realizou o descarte irregular de lixo hospitalar em um terreno baldio de Pouso Alegre. Mais cedo, a Polícia Militar informara a prisão em flagrante de três homens que estariam realizando descarte de cerca de 30 quilos de seringas e ampolas veterinárias em uma mata, nos fundos de um condomínio residencial, no bairro Jardim Guanabara.

De acordo com a nota, os três homens flagrados no local, incluindo o dono do estabelecimento, estariam, na verdade, recolhendo o material que teria sido pego por engano por um catador de recicláveis.

Leia também:

> Trio é preso em flagrante por descarte de lixo hospitalar em mata, nos fundos de condomínio em Pouso Alegre

> Polícia prende suspeito de esfaqueamento no São Geraldo

> Pouso Alegre está entre as 100 cidades mais conectadas e inteligentes do país, diz estudo

Apesar da versão dada às autoridades, a clínica foi multada em R$ 5 mil e responderá por crime ambiental, de acordo com a PM, que efetuou a prisão em flagrante dos três homens.

A Vigilância Sanitária de Pouso Alegre também instaurou um processo administrativo contra a clínica.

Confira a íntegra da nota divulgada pela clínica:

"Clínica Amicão Petvet vem a público se manifestar sobre a matéria divulgada por alguns órgãos de imprensa com relação ao descarte de material hospitalar.Essa nota se faz necessária para que a verdade dos fatos possa vir à tona, visto que em algumas das matérias veiculadas pela imprensa não constam a versão correta dos fatos.

Em momento algum, houve o descarte de materiais hospitalares por parte de funcionários ou mediante a autorização do proprietário da clínica. Como é de praxe, todo material destinado à reciclagem é armazenado para ser entregue às pessoas que trabalham com materiais reciclados.

Quando já havia uma quantidade considerável desse material, sendo uma máquina de lavar, gaiolas enferrujadas e latas de tinta, foi solicitado que um coletor de reciclagem fosse até a clínica para retirá-los. Próximo aos materiais estavam caixas de isopor com os materiais hospitalares - agulhas e seringas - que seriam encaminhados para o descarte correto como sempre foi feito pelo estabelecimento.

O coletor de reciclagem recolheu por engano as caixas de isopor e os funcionários da clínica não perceberam no momento. Aproximadamente, duas horas depois, um vizinho de um terreno que fica nas proximidades da clínica foi avisar que seringas e agulhas haviam sido encontradas no referido terreno.

De imediato, o proprietário da clínica foi até o local e constatou ser mesmo material de uso de seu estabelecimento e chamou duas pessoas que o ajudaram a recolher todo material. No momento que acabavam de recolher os materiais a polícia chegou no local. Eles foram conduzidos para a delegacia onde puderam esclarecer o que havia acontecido.Essas informações são verídicas e estão contidas nos autos do processo.

A clínica Amicão Petvet presta serviços em Pouso Alegre há mais de uma década e jamais seu nome, o nome dos proprietários bem como de funcionários estiveram envolvidos em qualquer ato ilícito.A clínica Amicão Petvet reitera respeito à população do município do Pouso Alegre e a todos os clientes, amigos e fornecedores que tão bem nos acolhem.

Em tempo, deixa claro que não agiu de forma irresponsável e inconsequente e abomina qualquer atitude no mesmo sentido. Se possível, ajudem a divulgar esta nota para que a população tenha a oportunidade de saber a versão dos fatos de forma que qualquer injustiça possa ser sanada."

#Cidade #DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com