Polícia prende suspeito de matar ex-mulher a facadas e jogar corpo em rio de Santa Rita do Sapucaí


Crime teria ocorrido na quinta-feira. Suspeito teria confessado o assassinato ao filho e ao irmão, dizendo que teria jogado o corpo em um rio. Seu carro foi encontrado com marcas de sangue. Faca que teria sido utilizada no homicídio também foi encontrada na casa do suspeito

Ronaldo teria confessado o homicídio. Ele não aceitava o fim do casamento. Corpo de Márcia ainda não foi encontrado - Foto: redes sociais

A Polícia Militar prendeu no início da noite desta sexta-feira, 03, em Santa Rita do Sapucaí, Ronaldo Inácio dos Santos, ex-marido de Márcia Silvério das Dores, desaparecida desde a noite de quinta-feira. O homem é suspeito de ter matado a ex-mulher a facadas e jogado seu corpo no Rio Sapucaí.

A versão foi narrada pelo próprio Ronaldo ao filho e ao irmão. O Corpo de Bombeiros realiza buscas no rio para encontrar o corpo de Márcia, mas sem sucesso até o momento.

Imagens de câmeras de segurança obtidas pela Polícia Militar mostram o ex-casal junto por volta das 18h de quinta-feira. Ainda naquela noite, o suspeito teria chegado em casa embriagado, todo sujo de sangue. Foi quando teria confessado o crime ao filho e ao irmão. Ainda em casa, o suspeito teria tentado lavar o carro e a faca utilizada no crime.

Conjunto de evidências

A confissão feita pelo suspeito foi narrada à polícia por seu irmão. Além da confissão, a polícia apreendeu o carro do suspeito, que possuía diversas marcas de sangue, especialmente no banco de trás. As roupas que teriam sido utilizadas no crime, também com marcas de sangue, e a faca supostamente utilizada no assassinato foram apreendidas na casa de Ronaldo.

"Na casa do autor foram encontradas as vestes, possivelmente que foi utilizada no crime, com muito sangue, dentro do veículo do autor, no banco de trás principalmente, muito sangue e a faca também com sangue, possivelmente a faca utilizada no crime", contou o tenente da Polícia Militar, Elias Daniel da Mota Yanase.

As evidências estão agora com a perícia da Polícia Civil, que vai investigar o homicídio. Ronaldo teria matado a mulher por não aceitar o fim do relacionamento.

Buscas

As buscas pelo corpo de Márcia Silvério prosseguem sem sucesso. A principal pista sobre seu paradeiro vem da confissão do suspeito ao irmão, a quem teria dito que jogou o corpo da ex-mulher no rio, próximo a rua Capitão Vicente Ribeiro do Vale, conhecida como Rua do Queima.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com