• Adevanir Vaz

XCMG anuncia abertura de seu próprio banco no Brasil. Ele será sediado em Pouso Alegre


Instituição financeira da fabricante de máquinas chinesa é a primeira do grupo no mundo. Aporte inicial será de R$ 100 milhões. Recursos vão financiar compra das máquinas por clientes e revendedores da XCMG. Operação envolve ainda ampliação da produção em Pouso Alegre e atração de pool de empresas chinesas

Planta da gigante chinesa de máquinas foi inaugurada em 2014 em Pouso Alegre com foco no mercado da América Latina - Foto: Arquivo

A XCMG anunciou nesta segunda-feira, 06, a abertura de seu próprio banco no Brasil. A instituição financeira será a primeira do grupo no mundo e vai financiar as compras das máquinas produzidas pelo grupo na fábrica que mantém em Pouso Alegre, município que vai sediar também o banco.

Além da sede mineira, o banco teria uma representação em São Paulo. A equipe total da instituição financeira vai somar 15 pessoas. Além de poder financiar as máquinas da própria fabricante, clientes e revendedores da XCMG, terão acesso a arrendamento mercantil e investimentos. Posteriormente, serão oferecidos serviços como modalidades de crédito e de capital de giro.

O início da operação vai contar com um aporte de R$ 100 milhões, valor exigido pelo Banco Central, que deu o sinal verde para a instituição em setembro de 2019. A manobra da fabricante chinesa envolve ainda ampliar a produção em Pouso Alegre e a atração de novas empresas de seu país de origem, em especial, empresas fornecedoras para baratear a produção.

O conjunto de fornecedoras se fixaria em um terreno já reservado pela multinacional na área de mais de 800 mil metros quadrados se sua planta pouso-alegrense.

Presidente mundial da XCMG, Wang Min, aposta em blindagem das relações Brasil China em meio a tensões globais - Foto: arquivo

O presidente do grupo, Wang Min, disse à Folha de São Paulo que a meta é investir até R$ 300 milhões em cinco anos. "O banco pretende ajudar muito a infraestrutura brasileira, oferecendo máquinas melhores a juros baixos", afirmou ao jornal.

Wang Min também comentou a jornal sobre a guerra comercial entre China e EUA e as tensões entre a super potência e o Irã. De acordo com ele, a relação Brasil-China está imune às intempéries geopolíticas do momento.

De acordo com a Folha de São Paulo, "a criação do banco vem após a China disponibilizar US$ 100 bilhões de cinco fundos estatais ao Brasil em uma nova rodada de investimentos, como ficou acordado em encontro bilateral dos dois países em novembro. A maior parte dos recursos dos fundos de investimento também deverá financiar projetos de infraestrutura", encerra a publicação.

Crescimento

Em 2018, a XCMG Brasil alcançou um crescimento de 60%, ficando no quinto lugar geral do setor brasileiro de máquinas de construção – a mais alta classificação entre as empresas chinesas. Em Pouso Alegre, a empresa emprega 424 pessoas. O faturamento anual do grupo é de cerca de US$ 30 bilhões.

#Mercado #Política

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com