Polícia investiga morte de mulher encontrada amarrada na zona rural


Jandira Ribeiro, de 59 anos, foi encontrada morta na terça-feira, 09, pelo irmão

Foi enterrado nesta quarta-feira, 08, em Pouso Alegre, o corpo de Jandira Ribeiro da Costa, de 59 anos. Ela foi encontrada morta em sua casa, na última terça-feira, pelo irmão e um amigo dele, que pularam o muro da casa em que ela morava, na zona rural, depois de ela não responder aos chamados. Eles a encontraram de joelhos, com as mãos amarradas para trás, em seu quarto. Quando o Samu chegou ao local, constatou a morte da vítima.

Viúva, Jandira levava uma vida tranquila e bastante discreta, segundo seus vizinhos. Ela chegou a administrar um pesqueiro ao lado do marido. Depois que ele faleceu, ela se recolheu em sua casa, no bairro das Cabritas, onde seu corpo foi encontrado.

A principal linha de investigação da polícia é que ela tenha sido vítima de latrocínio, quando se tem roubo seguido de morte. Corrobora para a linha de investigação policial o fato de a casa ter sido encontrada toda revirada. A busca por suspeitos continua em um caso envolto a mistérios.

"A residência estava revirada. Provavelmente as pessoas que adentraram a casa durante a madrugada encontraram algum valor em dinheiro e também houve subtração de bens", conta o capitão da PM, Otomar Barros de Paiva.

Causa da morte ainda é desconhecida

Quando o corpo de Jandira foi encontrado, os socorristas perceberam que ela tinha um pequeno corte no pescoço, mas o ferimento não teria sido a causa da morte, que ainda é desconhecida e será mais um dos mistérios a serem desvendados pela investigação da Polícia Civil.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com