Doce de Leite, o sabor que adoça a alma de Minas. Senar ensina a arte com maestria


O estado mineiro se destaca na história do Brasil como um dos maiores e melhores produtores de leite de vaca do país. A partir desta vocação, nasceu também a energia dos derivados, que hoje são conhecidos no mundo todo. Entre eles estão o Queijo Minas e uma grande variedade de doces de leite.

Curso do Senar ensina técnicas para a fabricação de doces derivados do leite

Para saber mais e também aprender as técnicas da feitura dos doces derivados do leite, fui fazer um curso de três dias no SENAR, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, a verdadeira escola do campo.

Logo que surgiu a divulgação, entrei em contato com a Angelita Cruz, mobilizadora do Senar aqui em Pouso Alegre, e fiz minha inscrição. Ansioso para chegar o dia e aprender como fazer um doce dentro dos padrões de qualidade, segurança alimentar e com possibilidade de comércio.

Este é um detalhe muito importante das ações do Senar, capacitar o agente do campo ou roça para levar seu conhecimento tradicional ao mercado comercial e fazer de sua tradição culinária uma forma de empreendedorismo.

Chegado o dia, uma turma de 10 pessoas, vinda de cidades da região como: Senador José Bento, Congonhal, Tocos do Moji e Pouso Alegre, estava pronta para botar a mão na massa, digo, no leite.

Nossa professora foi a doutora em Engenharia de Alimentos, Viviane Machado de Azevedo, que já ministra cursos pelo Senar há alguns anos. Apresentação feita, borá trabalhar os tachos e panelas. Técnicas de manipulação e higienização; avaliação a qualidade do leite, todo o entendimento das regras e funcionamento do processo são cuidadosamente repassados.

A energia da feitura dos doces une a turma. É aí que você começa a conhecer pessoas comprometidas com nossas iguaria e nossas tradições. Catarina, de 27 anos, casada, mãe de uma pequena menininha, é de Tocos do Moji e fala de sua busca:

- Fui em busca do curso na intenção de trabalhar com o leite que temos aqui no sítio. Foram três dias de curso muito produtivo, onde pudemos aprender na prática e tirar nossas dúvidas, conta.

- Sempre quis ingressar na área, mas não me arriscava por falta de conhecimento. Hoje já estou fazendo pra vender e estou tendo resultados, comemora ela.

Com o Senar, vão surgindo empreendimentos com nome e sobrenome na praça. É o caso do 'Doces Saméia', do Eduardo Rydan Manoel, de 59 anos, da nossa vizinha Congonhal.

- Quando decidimos pela fabricação de produtos artesanais, optamos por produzir produtos de qualidade, que satisfaçam o gosto de clientes exigentes. Para tanto, precisamos de planejamento, higiene e qualidade, exigidos pelos consumidores, explica o produtor.

- O curso do SENAR, com o conteúdo e a experiência dos orientadores, forneceu os dados e as práticas necessárias para que possamos produzir doces saborosos e de qualidade, que atendem os admiradores de produtos artesanais, considera.

Fizemos doces de pasta e de corte, do tradicional àqueles misturados com gostosuras que falam alto ao coração: amendoim, chocolate, maracujá, uvas, morango... ( é sempre bom lembrar: somos o maior produtor de morango do Brasil, não podia faltar né?) E é claro, o meu favorito, doce de leite com café... ohh café! Outra paixão de Minas.

Como já dizia minha avó Alice, o cheiro mostra o que você está fazendo. Portando, ali está sendo feito um manjar dos deuses. Pois o cheiro do leite, fervendo com açúcar, esperado o ponto de fervura e depois de resfriamento a 67º graus, para então ser embalado, mostra que o ouro branco de Minas é uma riqueza incalculável de sabor.

O manejo adequado para garantir a qualidade no processo de embalagem também é abordado pelo curso. O produto não tem conservante, mas com as técnicas de higienização, a validade dele é de 30 dias.

Como professor de Turismo Rural e Cultural, amante das tradições de Minas Gerais, fique arrepiado de ver tanto amor e carinho dedicado pela professora Viviane ao ensinar de forma colaborativa os conhecimentos técnicos e ao mesmo tempo respeitando as tradições.

Está é a essência do nosso estado. A riqueza no detalhe da simplicidade. Parabéns Senar MG pela caminhada com o povo do campo; À Angelita e Viviane todo nosso respeito pela jornada do ensinar e do aprender aos amigos do curso. Muito doce e muita doçura em suas vidas e bora mostrar pro mundo que doce de leite "bão" é de Minas Gerais!

#Cult #Minas

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com