• Adevanir Vaz

Greve dos professores: Pouso Alegre tem ao menos 5 escolas estaduais afetadas

Atualizado: 6 de Abr de 2020


Professores iniciaram greve em 11 de fevereiro

A paralisação dos professores em Minas Gerais afeta ao menos cinco escolas da rede estadual de ensino em Pouso Alegre. A informação é da subsede do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (SindUte/MG). A greve dos educadores no Estado completa um mês nesta quarta-feira, 11.

Em geral, as escolas aderiram de forma parcial ao movimento, suspendendo algumas aulas para minimizar o impacto nos alunos. Os grevistas reivindicam propostas de pagamento do piso salarial, o cumprimento do repasse de 25% da receita corrente líquida do estado para a educação, o que, segundo o sindicato, não tem sido cumprido pelo governo Zema (Novo), e a quitação do 13º salário de 2019.

Outra demanda dos educadores é a interrupção de políticas que, também segundo o sindicato, dificultam o acesso à educação. Seriam exemplos desta prática o sistema de pré-matrículas online, plano de atendimento, fusão de turmas, demora na publicação das remoções e resolução de designação.

Segundo o diretor da subsede do Sind-UTE, Marcos dos Reis, entre 35 e 40% das escolas da região são afetadas pela paralisação, a maioria delas de forma parcial.

Há paralisação, de acordo com a subsede do Sind-UTE nas seguintes escolas:

> E. E. Virgília Paschoal

> E. E. Mosenhor José Paulino

> E. E. Dr. José Marques de Oliveira (Estadual)

> E. E. Presidente Arthur da Costa e Silva (Polivalente)

> E. E. Professora Mariana Pereira Fernandes (Pantano)

Assembleia define rumo da paralisação nesta quinta

O Sind-UTE realiza uma assembleia nesta quinta-feira, 12, para definir os rumos da greve. O encontro da categoria ocorre às 14h, no Pátio da Assembleia de Minas, e deve ditar os rumos da paralisação.

Professores fazem manifestação em frente à Catedral, em Pouso Alegre

Estado diz que 93,6% das escolas têm funionamento normal ou parcial

O R24 quis saber da Superintendência Regional de Ensino sobre a situação da paralisação na região, mas obteve apenas a apuração da Secretaria de Estado de Educação para todo o estado:

"A Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) informa que o balanço apurado nesta terça-feira (10/03) apontou que cerca de 93,3% das escolas públicas estaduais mineiras tiveram funcionamento normal ou parcial. A taxa de resposta para o levantamento da SEE/MG foi de 96,1%, de um total de 3.613 unidades escolares do Estado", informa a nota.

Ainda de acordo com a SEE, já foi encaminhado às superintendências um pedido para que seja elaborado "um cronograma parcial de reposição para os dias paralisado".

#DiaaDia #Educação

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com