Operação da PF combate pornografia infantil no Sul de Minas


Uma operação da Polícia Federal desencadeada nesta quinta-feira, 12, agiu em três cidades do Sul de Minas contra pornografia infantil. Ao menos uma pessoa foi presa na operação chamada "Héstia", referência à deusa grega protetora do lar e da família.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão em Poços de Caldas, Andradas e Ibituruna, onde uma pessoa foi presa em flagrante por ter consigo material de pornografia ifantil.

Apesar da ação conjunta, as três pessoas alvos da operação não se conheciam. "Não há vinculação alguma entre as três pessoas por questões operacionais a ação foi desencadeada na mesma data, mas são pessoas distintas, não mantêm relacionamento entre si", informou o delegado João Carlos Girotto à emissora EPTV.

Software de compartilhamento

Para armazenar e compartilhar o material pornográfico ilegal, os suspeitos estariam usando um software específico. As atividades deles foram detectadas pela PF a partir de uma unidade em Brasília, mantida para rastrear esse tipo de movimentação nas redes. Sempre que um caso é detectado, as unidades locais da PF são acionadas.

"Na data de hoje nós cumprimos essas ordens judiciais com o objetivo de angariar elementos de provas, de sorte atestar que esses investigados acessaram, compartilharam, forneceram ou trocaram material de conteúdo pornográfico infanto-juvenil", continuou o delegado

O suspeito preso em Ibituruna foi levado para a delegacia da PF em Varginha. "Essa pessoa foi presa pelo tipo penal específico de armazenar conteúdo pornográfico infantil, ele será trazido à unidade policial, será lavrado pertinente flagrante, arbitrada a fiança, visto que o ordenamento jurídico permite que o delegado arbitre a fiança e no caso de não recolhida, ele será encaminhado ao estabelecimento prisional", informou ainda Girotto.

#DiaaDia

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com