Clínica é interditada após dentista com suspeita de covid-19 romper quarentena

Atualizado: 18 de Abr de 2020

Dentista é esposo de mulhrer que testou positivo para covid-19. Ele não apresentava sintomas da doença, mas era tratado como caso suspeito e já havia sido notificado para manter isolamento


Clínica foi interditada no início da noite desta sexta - foto: reprodução Pouso Alegre.net

Um dentista que deveria estar cumprindo quarentena depois que a esposa, que também é dentista, testou positivo para covid-19, atendia pacientes normalmente em uma clínica no Centro de Pouso Alegre. Sua conduta foi denunciada para os órgãos de saúde e a Vigilância Sanitária Municipal interditou a clínica em que ele atua no início da noite desta sexta, 17.



Leia também: Clínica diz que dentista não apresentou sintomas e se isolou quando testou positivo para covid-19



A clínica fica na Rua Vieira de Carvalho, na interseção entre a Rua João Beraldo e a Avenida Dr.Lisboa, em um dos trechos mais movimentados da cidade. Além de serviços odontológicos, o espaço oferecia tratamentos estéticos e tinha grande movimento de pessoas.


Pelo contato direto que teve com a esposa, o dentista deveria respeitar a quarentena, já que, mesmo casos assintomáticos da doença, podem transmitir o vírus. Ele já havia sido notificado a respeito da conduta a ser adotada.


A interdição da clínica foi realizada pela Vigilância Sanitária do município com apoio da Polícia Militar. Um boletim de ocorrência foi registrado contra o profissional, que pode responder por crime contra a saúde pública.

Saúde tentará identificar pessoas que tiveram contato com casal para monitorar situação

A atitude do dentista gera preocupação para os órgãos de saúde. A primeira providência será a identificação das pessoas que tiveram contato com ele para avaliar a possibilidade de contaminação. Até o momento, porém, as autoridades não deram maiores informações sobre como isso será feito.

O R24 recebeu o contato de pacientes que foram até a clínica ao longo desta semana. O sentimento é de revolta. "Uma falta de respeito com o paciente e com a vida das pessoas", contou o pai de um menino que esteve na clínica na última quarta-feira. A família aguarda contato dos órgãos de saúde para saber o que fazer a partir de agora. O caso deles pode ser o mesmo de um número ainda desconhecido de pessoas.


Vigilância se posiciona

Por volta das 22h deste sábado, a Vigilância Sanitária Municipal emitiu uma nota técnica à respeito do caso. A seguir, você confere a íntegra do texto:



Nota técnica - Interdição Clínica Odontológica

A Prefeitura Municipal de Pouso Alegre informa que, a interdição da Clínica Odontológica foi feita após denúncia à Vigilância Epidemiológica / Sanitária, de que um profissional dentista do estabelecimento com suspeita do novo coronavírus estava realizando atendimentos eletivos, em descumprimento a Nota Técnica COES MINAS COVID-19 Nº 11/2020 - 24/03/2020, que orienta em relação ao Atendimento Odontológico no Cenário de Enfrentamento da Doença do Coronavírus (COVID-19). 

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde tem o compromisso com a população de evitar a disseminação da doença pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), promovendo a prevenção e aumentando a capacidade de resposta do Município no enfrentamento do novo Coronavírus, visando reduzir a incidência e a interrupção da transmissão local.

Correção: ao contrário do informado anteriormente, a dentista que testou positivo para covid-19 não estava atendendo na clínica, apenas seu esposo, que é tratado como caso suspeito assintomático. A informação é da Vigilância Sanitária e ela já foi alterada no texto.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com