Convenções já confirmaram 5 pré-candidaturas a prefeito em Pouso Alegre

Pela ordem cronológica das convenções, tiveram seus nomes confirmados o professor Luiz Carlos (PSOL), o advogado Donizetti Andrade (Podemos), o servidor Eduardo Ferreira (PT), o atual prefeito Rafael Simões (DEM) e o PM Anderson Silveira (PSL). PV pode confirmar André Prado amanhã e número de candidatos subiria para seis. Tony Mariosa desisitiu da candidatura pelo Progressistas




Pouso Alegre já teve cinco pré-candidaturas a prefeito confirmadas em convenções partidárias nos últimos dias. Pela ordem cronológica, tiveram seus nomes confirmados o professor Luiz Carlos (PSOL), o advogado Donizetti Andrade (Podemos), o servidor Eduardo Ferreira (PT), o atual prefeito Rafael Simões (DEM) e o PM Anderson Silveira (PSL).


Dos cinco pré-candidatos, quatro tiveram os nomes antecipados, em matéria exclusiva do R24, em julho. Após a realização das convenções, os nomes definidos pelos partidos seguem para julgamento da Justiça Eleitoral, que vai avaliar se eles estão aptos a concorrer, tendo como base, por exemplo, a Lei da Ficha Limpa. Até por isso, por enquanto, apesar de terem sido referendados por suas siglas, eles seguem como pré-candidatos.


PSOL

A primeira convenção a confirmar um pré-candidato à Prefeitura foi a do PSOL, que ocorreu no dia 7 de setembro. O nome escolhido foi o do professor Luiz Carlos, que terá como vice o também professor Décio Eduardo Martinez Mello. A sigla não se coligou com nenhum partido e terá como mote de campanha "Pouso Alegre em boas mãos: desenvolvimento econômico e justiça social". O partido ainda aprovou a indicação de 8 pré-candidatos a vereador e vereadora.


Podemos

No dia 10 de setembro, foi a vez do Podemos se reunir para confirmar a pré-candidatura do advogado Donizetti Andrade. Ele terá como vice Cleusa Sales, do mesmo partido, em mais uma formação de chapa pura, que leva o nome de 'Junto Podemos'. O partido ainda indicou 19 nomes para a disputa à Câmara Municipal.


Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores confirmou a pré-candidatura do servidor de carreira da Prefeitura, Eduardo Ferreira, no sábado (12). Trata-se de mais um caso de partido que optou por não coligar. O professor Luiz Fernando Herculano vai ocupar a vaga de vice. A sigla ainda indicou 19 nomes para concorrer à Câmara de Vereadores.


Democratas

Já no domingo, foi a vez do atual prefeito Rafael Simões ter sua pré-candidatura à reeleição confirmada pelo Democratas. Seu vice será o coronel da reserva da PM José Dimas da Fonseca, indicado para a chapa pelo PSDB. Ex-chefe de Gabinete da gestão Simões (que se desincompatibilizou do cargo para poder concorrer), Dimas é tido como homem de confiança do prefeito desde que o político presidiu a FUVS, mantenedora da Univás e Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL).


A coligação de Simões, que apareceu liderando na única pesquisa eleitoral divulgada até aqui, será composta por DEM, PSDB, PTB, Patriotas e Republicanos. A se confirmar, será a maior coligação da disputa eleitoral em Pouso Alegre.


PSL

A mais recente convenção a confirmar uma pré-candidatura a prefeito em Pouso Alegre é a do PSL, que ocorreu na manhã desta segunda-feira, 14. O nome indicado pelo partido é o do sargento Anderson Silveira. Já o nome para ocupar a vice na chapa está em aberto. O partido aguarda a realização de ao menos duas convenções nesta terça e quarta-feira, de onde pode sair o nome para completar a chapa.


O PSL já tem o apoio declarado do PSC, que realizou sua convenção no dia 12, aprovando a inserção da sigla na coligação "Resgatando o Progresso e Construindo o Futuro". Além de confirmar o nome do sargento, o PSL confirmou 12 nomes indicados para concorrer à Câmara Municipal.


Expectativa para os próximos dias gira em torno do PV e Progressistas

O prazo final para os partidos se reunirem se esgota na quarta-feira, 16. Até lá, a maior expectativa gira em torno do Partido Verde, que pode indicar o vereador André Prado para concorrer à Prefeitura nesta terça-feira,15, às 19h. Considerado o grande antagonista do atual prefeito no contexto político imediato, André ainda busca apoio de outras siglas e ainda não tem um vice fechado para a chapa, que poderá ser a sexta candidatura majoritária em Pouso Alegre para as eleições 2020.


Há grande expectativa ainda em torno da convenção do Progressistas, que trabalhava a indicação do nome do ex-vice prefeito Tony Mariosa. O político, no entanto, desistiu de concorrer à Prefeitura por considerar que não houve unidade da oposição para confrontar o atual prefeito.


Em conversa com o R24, Tony afirmou que deve lançar seu nome para vereador, condição que só será conhecida de fato na quarta-feira, às 16h, quando o partido realiza sua convenção.


O apoio do Progressistas pode ser decisivo para partidos que tentam rivalizar com a atual gestão, já que Tony aparecia em terceiro lugar na pesquisa eleitoral divulgada dia 27 de agosto. Seu apoio pode definir o candidato que terá alguma condição de polarizar com o prefeito Rafael Simões.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com