Gaeco de Pouso Alegre deflagra operação contra quadrilha de ataques a bancos

Suspeitos de participarem de ataques a bancos no Sul de Minas são das regiões Centro-Oeste e Norte de Minas. Ao menos quatro municípios da região foram alvos do grupo


Em maio deste ano, bandidos fortemente armados atacaram duas agências bancárias e uma lotérica na cidade de Pedralva

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Pouso Alegre deflagrou nesta sexta-feira, 31, operação contra uma quadrilha suspeita de executar diversos ataques a bancos com o uso de explosivos e armas de grosso calibre nas cidades de São Gonçalo do Sapucaí, Campo Belo, Pedralva e Elói Mendes.


- Bando armado ataca bancos e lotérica com explosivos em Pedralva


- Criminosos tentam assaltar a Caixa e fazem reféns pessoas que aguardavam em fila de benefício


Ao todo, foram cumpridos nove mandados de prisão e 10 de busca e apreensão nas cidades de Divinópolis, onde estaria sediada a quadrilha, Itaúna e Francisco Sá, nas regiões Centro-Oeste e Norte de Minas.


Para chegar aos suspeitos, o Gaeco precisou se empenhar em seis meses de investigação até obter a autorização judicial para o cumprimento dos mandados nesta sexta-feira. A decisão veio da 2ª Vara da Comarca de São Gonçalo do Sapucaí. A execução da operação contou com apoio do Gaeco de Divinópolis, das promotorias criminais de Itaúna e Francisco Sá e de policiais militares.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com