Homem confessa ter matado a ex-mulher no Jardim Brasil e se entrega à polícia

Servente de pedreiro de 42 anos disse à polícia que esfaqueou Jane Lira por ciúmes, após ter 'perdido a cabeça' durante uma discussão. Crime ocorreu no dia 4 de junho


Jane Lira, de 36 anos, foi morta a facadas no dia 4 de junho - Foto: arquivo pessoal

O ex-marido de Jane Lira confessou nesta terça-feira, 16, durante depoimento à Polícia Civil de Pouso Alegre, que matou a mulher de 36 anos a facadas durante uma discussão. A motivação do crime, ainda segundo o depoimento que ele prestou à Polícia Civil, seria ciúmes.


O pedreiro de 42 anos acabou preso preventivamente ao fim do depoimento em ação da Delegacia de Homicídios, cumprindo mandado de prisão que já havia sido expedido.


No depoimento em que confessou o crime, o homem justificou as facadas desferidas contra a ex-mulher, alegando que "havia perdido a cabeça" .


Relembre o caso

Jane Lira de Oliveira, de 36 anos, foi esfaqueada e morta na manhã de quinta-feira, no dia 4 de junho, no bairro Jardim Brasil I, em Pouso Alegre. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e chegou a dar entrada com vida no Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL), mas não resisitu aos ferimentos.


Desde o primeiro momento, seu ex-companheiro era tratado como principal suspeito. Ele teria golpeado a ex com duas facadas. Pessoas que conheciam o casal afirmam que eles estavam separados, mas o ex-marido não aceitava o fim do casamento, fruto de um relacionamento iniciado ainda na adolescência e que deu origem a dois filhos, de 10 e 15 anos. Eles teriam presenciado a agressão que terminou com a morte da mãe.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com