Morre no Samuel Libânio, por complicações da covid-19, investigador da Polícia Civil

Antônio Wilson de Oliveira morava em Monte Sião e completaria 58 anos nesta quarta-feira. Este foi o segundo óbito computado pela cidade por conta da pandemia




Faleceu na madrugada de ontem, 30, no Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL) o investigador da Polícia Civil Antônio Wilson de Oliveira. Sua morte se deu por complicações da Covid-19. Morador de Monte Sião, o investigador é a segunda vítima fatal registrada pelo município por conta da pandemia. O óbito consta no boletim epidemiológico divulgado pela cidade na manhã de hoje.



Apesar de morar em Monte Sião, o investigador pertencia aos quadros da Polícia Civil de São Paulo e atuava em uma delegacia de Mogi Mirim (SP), sua cidade natal, para onde se dirigia a fim de cumprir seus plantões.


Em um dessas jornadas de trabalho, há cerca de 15 dias, o investigador teria se sentido mal. Ele procurou atendimento médico e foi afastado de suas atividades. De volta a Monte Sião, se sentiu mal outra vez e, de novo, precisou de ajuda médica. Ele foi, então, encaminhado para o HCSL, onde ficou internado por cerca de 15 dias, até o seu falecimento na madrugada de ontem, 30.


Policial civil há 18 anos, Oliveira deixou esposa e quatro filhos. Seu corpo foi cremado ontem, seguindo os protocolos adotados para casos diagnosticados como Covid-19.


Em sua página nas redes sociais, a Polícia Civil de São Paulo prestou uma última homenagem ao investigador:




Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com