Nova pesquisa do Ibope não encontra infectados por Covid-19 em Pouso Alegre

Levantamento é feito por amostragem e significa que prevalência da doença está abaixo de 1%. Pouso Alegre integra levantamento nacional encomendado pelo Ministério da Saúde, o EPICOVID19-BR, que acaba de encerrar sua segunda fase de coleta de dados


Testes rápidos aplicados pelo Ibope só detectam anticorpos para o vírus se pessoa estiver infectada a mais de sete dias


A segunda fase do levantamento EPICOVD19-BR, realizado pelo Ibope Inteligência, não encontrou infectados pela Covid-19 entre 250 pessoas entrevistadas e testadas em Pouso Alegre. O resultado do levantamento realizado entre os dias 4 e 7 de junho é idêntico ao da primeira rodada, realizada entre os dias 14 e 21 de maio.


De acordo com o instituto de pequisa, o fato de não encontrar infectados entre os entrevistados significa que a prevalência do vírus na cidade (o percentual de pouso-alegrenses que tiveram contato com o vírus) está abaixo de 1%.


No boletim epidemiológico desta sexta-feira, 12, a Prefeitura informou que o município tem 182 casos acumulados da doença, 131 recuperados e 4 mortes pela infecção.


Levantamento nacional aponta 53%

Além de Pouso Alegre, moradores de outras 132 cidades do Brasil, incluindo das 27 capitais, foram entrevistados e testados na segunda fase do levantamento. Ao todo, em quatro dias, os pesquisadores concluíram 31.165 entrevistas e testes para o coronavírus.


Enquanto que em Pouso Alegre o Ibope não encontrou evidências de mudanças significativas na propagação do vírus, o indicador geral do estudo mostrou que a prevalência da Covid-19 teve avanço de 53%.


Tabela do Ibope elenca levantamento realizado em Pouso Alegre. Prevalência do vírus na cidade estaria abaixo de 1%

Em 83 cidades, foram entrevistadas e testadas 200 ou mais pessoas nas duas fases da pesquisa. Nessas cidades, a proporção da população com anticorpos aumentou de 1,7% na fase 1 para 2,6% na fase 2 (podendo variar de 1,5% a 1,8% na fase 1 e de 2,4% a 2,8% na fase 2 pela margem de erro da pesquisa).


Esse aumento de 53% foi estatisticamente significativo e é inédito em estudos similares. Por exemplo, na Espanha, estudo semelhante indicou aumento de apenas 4% entre as duas etapas da pesquisa.


No conjunto das 120 cidades que alcançaram 200 ou mais entrevistas na fase 2 da pesquisa, a proporção de pessoas com anticorpos, que significa que já tiveram ou têm o coronavírus, foi estimada em 2,8%, podendo variar de 2,6% a 3,0% pela margem de erro da pesquisa. Esses dados já levam em consideração a taxa de falsos positivos e falsos negativos do teste rápido utilizado. Essas 120 cidades correspondem a 32,7% da população nacional, totalizando 68,6 milhões de pessoas, entre as quais, 1,9 milhão (margem de erro de 1,7 a 2,1 milhões) estão ou já estiveram infectadas. A única cidade que não autorizou a realização da segunda fase da pesquisa foi Santo Antônio de Jesus, na Bahia.


Os resultados dessas 120 cidades não devem ser extrapolados para todo o país, nem usados para estimar o número absoluto de casos no Brasil, pois são provenientes de cidades populosas, com circulação intensa de pessoas e que concentram serviços de saúde. A dinâmica da pandemia, portanto, pode ser distinta da observada em cidades pequenas ou em áreas rurais. No entanto, os pesquisadores voltam a afirmam que a contagem de pessoas com anticorpos no Brasil certamente já está na casa dos milhões, e não mais dos milhares.


O estudo

O EPICOVID19-BR é um estudo coordenado pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas. O financiamento para a pesquisa é do Ministério da Saúde e os dados são coletados pelo Ibope Inteligência. A ideia do levantamento é medir a propagação do novo coronavírus no Brasil diante do alto índice de subnotificação de baixa capacidade do país de realizar testes.


A expectativa das autoridades com o levantamento é ter uma ideia mais próxima da realidade acerca da disseminação da Covid-19 para orientar novas tomadas de decisão dos órgãos de saúde. A terceira etapa da coleta de dados está prevista para ocorrer entre os dias 18, 19 e 20 de junho.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com