Operação mira empresários suspeitos de fraudar contratos de Covid-19 em Varginha

De acordo com o Ministério Público, organização criminosa pretendia faturar até R$ 8 milhões com o fornecimento de equipamentos como máscaras, luvas e testes


Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta quinta-feira, 23, em Varginha, tem como alvo ao menos três empresários suspeitos de fraudar contratos de fornecimento de equipamentos e insumos voltados para o combate ao coronavírus. De acordo com as investigações, o trio já teria faturado R$ 300 mil e tinha a expectativa de chegar a R$ 8 milhões em ganhos.


Para o MP, a organização criminosa praticava fraudes no fornecimento de equipamentos como máscaras, luvas e testes de Covid-19, em contratos públicos com dispensa de licitação em razão da pandemia gerada pelo novo coronavírus.


A operação, que recebeu o nome de "Circuit Breaker" está em andamento. Os empresários estão sendo denunciados pelo MP pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e fraudes na execução desses contratos. Ao todo, a mobilização policial cumpre três mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão. Ela conta com o apoio da Polícia Civil e Receita Estadual.


Os mandados de prisão expedidos pela Justiça atenderam ao MP, que pediu a prisão preventiva dos empresários, a fim de "garantir a ordem pública". Já os mandados de busca e apreensão são cumpridos em imóveis relacionados ao trio e preveem bloqueio de bens e a apreensão de dinheiro, veículos automotores, joias, jet skis, cotas de sociedades empresariais e até uma lancha para pagamento de multa criminal e dano moral coletivo no total de R$ 15,6 milhões, sendo R$ 5,2 milhões para cada denunciado.


As investigações apontaram para a prática de corrupção ativa para a obtenção de contratos e o fornecimento dos insumos em desacordo com as especificações previstas em contrato e/ou de baixa qualidade. Ainda não há informações sobre o envolvimento de agentes públicos nas supostas fraudes.

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com