Pouso Alegre receberá testes rápidos para covid-19 na próxima semana




Os testes rápidos para covid-19, a infecção provocada pelo novo coronavírus, começam a chegar em Pouso Alegre na próxima semana. A data ainda não foi precisada pela Secretaria de Estado de Saúde, mas o insumo pode ajudar em uma das principais deficiências no enfretamento da pandemia até aqui: as incertezas quanto ao número de infectados.


Os testes que serão enviados a Pouso Alegre fazem parte do primeiro lote recebido pelo estado de Minas Gerais do Ministério da Saúde. Mas o número ainda é reduzido. Ao todo, 49,2 mil testes serão divididos entre os municípios mineiros e ainda não há um critério claro sobre como será feita esta divisão.


A falta de testes leva pacientes com sintomas similares ao da doença a permanecerem semanas à espera do resultado. Em Pouso Alegre, por exemplo, conforme dados do último boletim epidemiológico, 422 casos suspeitos da doença foram notificados à SES-MG, mas apenas uma fração deles teve amostras colhidas e enviadas para testagem. Ainda assim, a maioria segue aguardando o resultado. A demora acaba levando a um quadro de subnotificação da doença, além de elevar o nível de ansiedade social, já saturado pelo isolamento.


Limitações do teste rápido

Apesar de ser uma esperança para aumentar a eficiência e o alcance da notificação de casos de covid-19, o teste rápido tem suas limitações. Além da quantidade ainda ser insuficiente, ele pode ter uma alta incidência de 'falsos negativos' se for aplicado em pessoas que ainda estão no início da infecção, Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que ele seja utilizado apenas em pessoas que apresentam sintomas há mais de sete dias.


"Este percentual baixo de exames em negativos reais é o que justifica a cautela. O exame que é positivo, é positivo. O negativo, dependerá do momento da infecção", afirmou o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Alberto Beltrame, ao jornal Estado de São Paulo na última semana.

Na reportagem em que ouviu o presidente do Conselho Nacional de Saúde, o grup Estado registrou que obteve uma nota técnica do Ministério da Saúde, enviada aos gestores do SUS, com a seguinte recomendação: "Resultados negativos não excluem a infecção. Resultados positivos não podem ser usados como evidência absoluta de SARS CoV 2. O resultado deve ser interpretado por um médico com auxílio dos dados clínicos e outros exames laboratoriais confirmatórios".


Testes em Minas

Os testes para covid-19 em Minas Gerais se concentram na Fundação Ezequiel Dias (Funed) e outros 19 laboratórios habilitados por ela, a maior parte deles na região metropolitana de Belo Horizonte. Alguns laboratórios particulares no Sul de Minas firmaram parcerias para realizar os testes, mas não possuem material para realizá-los por conta própria. Na rede particular, esses exames podem variar entre R$ 180 e R$ 220.



Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com