Pouso Alegre vai a 614 casos acumulados de Covid-19 e tem 124 infecções ativas

Semana começa com queda de internações relacionadas à doença, de 14 para 9, e de infecções ativas, que baixaram de 132 para 124 desde a manhã de sexta-feira, 17. Boletim também informa óbito em investigação



Os números do boletim epidemiológico de Pouso Alegre desta segunda-feira, 20, mostram que a cidade ultrapassou a barreira dos 600 casos acumulados de Covid-19. O município tem agora 614 registros da infecção, sendo que 124 deles são de pacientes em que a doença está ativa. Desde a manhã de sexta-feira, 17, o município registrou mais 31 casos.


Essas 31 confirmações resultam de 153 exames laboratoriais, sendo que eles também descartaram 122 suspeitas no mesmo período. Dentre os pacientes em que a infecção está ativa, há 118 em isolamento domiciliar, quatro em leitos clínicos e dois na UTI.


Já os casos suspeitos em investigação passaram de 384 para 459. Deste grupo, há 455 em isolamento domiciliar e três em internação clínica. Somando estas internações às dos casos confirmados, há um total de nove moradores de Pouso Alegre internados em leitos destinados ao tratamento exclusivo da Covid-19.


Pacientes recuperados

O número de pacientes que a prefeitura classifica como 'curados' passou de 438 para 476 e representa agora 77,5% do total de infectados. Na sexta-feira, este percentual era de 75,1%.




Óbito em investigação

O boletim desta segunda registra também um óbito em investigação por suspeita de ter sido provocado pela doença. Como o R24 mostrou, uma idosa de 70 anos deu entrada na Pronto Atendimento do São Geraldo passando mal no sábado, 18. Ela foi entubada e estabilizada na unidade de saúde até a chegada do Samu, que faria sua transferência para o Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL), mas ela faleceu ao dar entrada no hospital.


As equipes de saúde receberam a informação de que ela apresentara sintomas de síndrome gripal nos últimos dias. Foi feito, então, o teste rápido, que não detectou a presença de anticorpos para a doença.


Apesar disso, por conta dos testes rápidos só identificarem os anticorpos a partir do sétimo dia de sintomas da infecção, foi colhido material para o exame laboratorial molecular, capaz de identificar o vírus diretamente com a detecção de seu material genético.


Notificações e casos descartados

Desde sexta-feira, a prefeitura reportou mais 202 suspeitas da doença aos órgãos de saúde e acumula agora 5.816 notificações. Deste montante, porém, 5.233 são consideradas investigações concluídas, sendo que 3.942 (+122) foram descartadas por exames laboratoriais e 1.291 (+42) se referem a pessoas que cumpriram o período de quarentena e não apresentam sintomas da infecção.


Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com