Prefeitura assina ordem de serviço e obras da Avenida Faisqueira começam esta semana

Obra será executada pela empreiteira Duro na Queda ao custo de R$ 19,6 milhões. Prazo de conclusão é de dois anos, mas empresa quer terminar antes. Ao menos 120 pessoas devem trabalhar na construção da avenida



Foi assinada na manhã desta segunda-feira, 03, no canteiro de obras, a ordem de serviço para o início da construção da avenida Faisqueira. A via está orçada em quase R$ 20 milhões é a maior obra da gestão de Rafael Simões (DEM). Os trabalhos serão executados pela empreiteira Duro na queda e têm início a pouco mais de três meses das eleições municipais, em que o atual mandatário tentará a reeleição.


A nova avenida promete por fim a um problema histórico da região do Faisqueira, que tem apenas a Rua Antônio Scodeler como alternativa para quem entra e sai, apesar de abrigar entre 20 e 30 mil moradores e indústrias de médio e grande porte.


Com cerca de 2,4 quilômetros de extensão, a pista será dupla com largura total de 32,2 metros, três braços de acesso à Rua Antônio Scodeler, ciclovia, faixa verde, iluminação em LED e canteiro central.


A previsão oficial para conclusão da via é de dois anos, mas a empresa Duro na Queda afirma que deverá entregar a obra antes. De acordo com o engenheiro responsável pela empreiteira, Fábio Salomão, até 120 pessoas devem ser empregadas na obra cujo início, de fato, deve ocorrer ainda esta semana.


> Resumo da obra

Início: Nº 2.200 da Rua Antônio Scodeler, próximo à empresa Trifer, no bairro Bela Itália

Fim: BR-459, onde ficava a Maria Fumaça

Extensão: 2,4 quilômetros

Características: pista dupla, ciclovia, 2 praças, passeios, faixas elevadas, 3 conexões com vias internas da região do bairro Faisqueira;

Valor: R$ 19,6 milhões


Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com