Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Em meio às articulações para as eleições 2018, pauta da Câmara é esvaziada

23/07/2018

No último mês, vereadores votaram apenas projetos de autoria do Executivo e não foram muitos: apenas sete. Em junho e julho, volume de projetos na pauta de votações caiu pela metade

 

Pauta e plateias vazias têm sido uma constante nas sessões da Câmara de Pouso Alegre 

 

 

Não que o ano dos vereadores de Pouso Alegre esteja sendo dos mais intensos, mas o esvaziamento da pauta de votações nas últimas sessões demonstra que os parlamentares passam a direcionar seus esforços ao processo eleitoral. Na última terça-feira, apenas dois projetos constavam na pauta de votações. Coincidência ou não, no mesmo dia, o senador Antônio Anastasia (PSDB), pré-candidato ao governo do Estado, fazia a primeira visita à cidade desde que iniciou sua pré-campanha.

 

Nas últimas quatro sessões (os vereadores se reúnem toda terça-feira), apenas projetos do Executivo subiram à pauta de votações e não foram muitos. De 26 de junho a 17 de julho, sete projetos de lei foram apreciados pelos parlamentares. A última vez que os vereadores votaram projetos elaborados pelos colegas foi em 19 de junho. 


Um deles de autoria de Dr. Edson (PSDB), já célebre pela enorme produtividade em se tratando de projetos de lei. Sua proposição tra-tava da fixação de cartazes indicando os termos da locação em prédios alugados pela Prefeitura e suas autarquias. A outra proposta, do vereador Campanha (PROS), propunha a construção e implantação de um velório municipal. De lá para cá, passou-se um mês sem que fosse votado um único projeto elaborado pelos mandatários. 

 

Volume de projetos cai para menos da metade

 

 

 

Até o mês de maio, a média de projetos colocados para votação na pauta do legislativo variava entre 4 e 5 proposições. À medida que se aproxima o calendário eleitoral, porém, o índice caiu a menos da metade. Em junho, o índice foi de 2,5 projetos por sessão (considerando apenas as reuniões ordinárias). Em julho, com a pauta da sessão desta terça-feira (24) já fechada, o índice será de 1,75.

 

Discursos marcam posição para as eleições

Outro indício de que os edis estão mais propensos às articulações políticas do que à labuta legislativa pode ser verificado em seus discursos na tribuna, que se concentram mais em questões ligadas à administração estadual do que naquelas afetas ao município. Os constantes atrasos de salários a professores da rede estadual e a paralisação que se seguiu foi alvo de comentários e críticas veementes da maioria dos edis nas últimas sessões. Por outro lado, os temas ligados ao município ficam cada vez mais escassos nas falas dos parlamentares, que tentam marcar posição especialmente na corrida eleitoral para o governo do Estado. Emendas destinadas por deputados à cidade também passaram a ser citadas com maior frequência.

 


 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Mulher tenta matar namorado, troca tiros com a polícia e é baleada

20/11/2019

Homem bota fogo no automóvel da esposa após discussão

20/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas