Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Após convenções, Minas tem seis candidatos a governador

06/08/2018

Atualizado às 20h03

 

Terminou neste domingo (05) o prazo final para os partidos políticos realizarem suas convenções partidárias. Ao final do período iniciado no dia 20 de julho, sete nomes emergiram como candidatos ao governo de Minas, sendo que um deles, Márcio Lacerda, briga na justiça pela manutenção de seu nome contra decisão da direção nacional do PSB. Depois de um acordo com o PT, decidiu não lançar candidato em Minas. A direção estadual, porém, seguiu com a convenção no último sábado, e confirmou o nome de Lacerda subsidiado por uma liminar do TRE. A decisão final para o imbróglio virá dos tribunais eleitorais.

 

Por ora, os mineiros têm seis nomes para avaliar: o governador Fernando Pimentel (PT), que tenta a reeleição, o senador Antônio Anastasia (PSDB), o ex-secretário de Educação João Batista Mares Guia (Rede) e a professora Dirlene Marques (Psol), o ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB) - sub judice - e Romeu Zema (Partido Novo). Os partidos têm até o dia 15 de agosto para registrar o nome de seus candidatos na Justiça Eleitoral.

 

O deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) chegou a ser confirmado como candidato do DEM em convenção realizada neste domingo, mas acabou retirando o nome nesta segunda-feira para ceder o apoio da sigla ao tucano Antônio Anastasia. A decisão foi anunciada por Pacheco no final da tarde desta segunda, ao lado de Anastasia, Alckmin (candidato tucano à Presidência), e Rodrigo Maia (DEM). O deputado sairá como senador na chapa de Anastasia.

 

Convenções

Pimentel vai tentar a reeleição depois de ter seu nome confirmado em convenção estadual do PR realizada neste domingo (05). Além dele, o nome da ex-presidente Dilma Roussef foi confirmado para concorrer ao Senado. Segue em aberto a vaga de vice na chapa petista. O nome pode ser definido ainda nesta segunda. Jô Moraes do PCdoB é a favorita para fechar a chapa.

 

Já os tucanos, que oficializaram a candidatura de Anastasia no dia 28 de julho, escolheram o deputado federal e ex-prefeito de Uberaba Marcos Montes (PSD) na vaga de vice. Já os candidatos ao Senado ainda estão por ser definidos. Até o momento, Dinis Pinheiro (PSD) e o jornalista Carlos Viana(PHS) são os nomes mais prováveis.

 

Em clima de confronto, o PSB estadual realizou, contra vontade da direção nacional da sigla, a convenção que ratificou o nome do ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda para concorrer governo do Estado. O PSB nacional já havia dissolvido o diretório, mas a direção estadual contou com uma liminar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para manter a convenção. A decisão foi dada pelo juiz Nicolau Lupianhes. A decisão já foi agravada pela direção nacional. A decisão sobre a disputa deve ir para o colegiado do tribunal.

 

Correndo por fora, os candidatos da Rede, João Batista Mares Guia, do Psol, Dirlene Marques, e do Partido Novo, Romeu Zema, também tiveram os nomes confirmados pelos partidos.

 

Em tempo: na tarde desta segunda, Rodrigo Pacheco (DEM) retirou sua candidatura para apoiar Antônio Anastasia (PSDB). A informação foi incluída no texto.

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Prefeitura inicia remoção de veículos abandonados

18/11/2019

Motociclista se choca violentamente contra mureta na Fernão Dias e morre na hora

17/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas