Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Sem saber quando vão receber o 13º salário, servidores mineiros protestam

17/12/2018

Sindicato  bloqueia atendimento no Detran na manhã desta segunda (Foto: divulgação Sindep (MG))

 

Os servidores públicos lotados no estado de Minas ainda não sabem se vão receber ao menos parte do 13º salário este ano. Uma indicação sobre o pagamento deveria ter sido dada na sexta-feira (14), mas o governo de Minas acabou cancelando a reunião com representantes da categoria. A situação levou alguns setores do funcionalismo a se manifestarem nesta segunda-feira (17). Houve protestos no Detran e entre servidores da Saúde.

 

Em Belo Horizonte, os policiais civis fecharam o Detran da Gameleira. O ato, de acordo com o Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado de Minas Gerais (Sindep/MG), barrou a realização de cerca de 500 vistorias e de 8 mil documentos por hora.

 

No comunicado em que convocou o ato, o sindicato afirma que os números da Secretaria de Fazenda são “alarmantes”. Para o grupo, o parcelamento do benefício natalino ocorra em até seis vezes. Há ainda o temor de que o governo deixe de pagar os servidores para atender aos prefeitos, que também pressionam por repasses.

 

“Cancelaram a reunião da última sexta-feira para falar do 13º faltando uma hora para ela acontecer e sem dar nenhuma justificativa. Sabemos que os prefeitos estão se organizando para receber e, por isso, o governo não quer se comprometer com o servidor, que deveria ser prioridade”, disse o presidente do Sindep, Bertone Tristão ao jornal Estado de Minas.

 

Saúde

Os servidores da saúde convocaram um ato para a Praça Sete, também em Belo Horizonte na manhã de hoje. O coordenador do Sindicato Único dos Trabalhadores em Saúde (SindSaúde), Renato Barros, disse que o grupo avalia ampliar o movimento de paralisação que já ocorre em várias unidades da Rede Fhemig.

 

Reunião cancelada

Há duas horas da reunião que havia marcado com o comitê de servidores, o governo mandou cancelar o encontro na última sexta-feira (14). Não foi dada justificativa para o cancelamento. O governo apenas se comprometeu a divulgar um comunicado na quarta-feira (19).

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Motociclista morre ao chocar veículo contra poste de iluminação

24/01/2020

Fila por emprego em seleção do CAC, na Câmara de Pouso Alegre, dobra quarteirão

24/01/2020

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas