Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Não havia sinais de violência sexual no corpo de jovem morta a facadas em Itajubá

08/01/2019

 Natália, de 21 anos, era casada e tinha um filho pequeno (Foto: redes sociais)

 

 

As investigações em torno do assassinato da jovem Natália Gonçalves, de 21 anos, ainda não tem uma linha definida, mas a polícia informou ontem que não foram encontrados sinais de violência sexual em seu corpo. Natália foi morta com 15 facadas na manhã desta segunda (07), em uma estrada de terra que dá acesso a um loteamento de Itajubá.

 

>> Alvo de linchamento, suspeito de esfaquear Natália Gonçalves é preso

 

A perícia, porém, encontrou um pouco de cabelo nas unhas de Natália, que podem ser do agressor, além de poder indicar que ela lutou com ele durante o ataque. As autoridades se empenham por novas evidências e possíveis suspeitos.

 

"Nós temos equipes da Polícia Militar e equipes da Polícia Civil, da Delegacia de Homicídios, fazendo os trabalhos de investigação. As diligências ainda estão acontecendo no intuito de identificar o [possível] suspeito", informou o capitão da Polícia Militar, Júlio Alves.

 

Testemunha teria ouvido gritos de Natália

Uma testemunha teria ouvido os gritos de Natália no momento do ataque. Quem conta é o comandante do Corpo de Bombeiros, Eduardo Simões: "Alguém passou e ouviu os gritos. Saíram na rua lá e viram o corpo dela no meio da estrada que dá acesso ao bairro, uma estrada de terra. O corpo estava caído no solo", descreve.

 

Família inconformada

O inconformismo na família da jovem é grande. O avô João Vieira Costa tenta encontrar uma explicação para o que aconteceu: "É triste. Não tem explicação uma coisa dessa aí. Deixou o menininho sozinho. Não é fácil não", lamenta o avô, lembrando que seu bisneto perdeu a mãe em uma ação brutal para a qual talvez nunca haja explicação que baste.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Polícia persegue carro roubado pela BR-459 e Fernão Dias e resgata vítimas de assaltantes

11/11/2019

Morre diácono que se envolveu em acidente a caminho de Pouso Alegre

09/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas