Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Produtor que preservar nascentes terá recompensa e apoio da Prefeitura

21/02/2019

Os produtores rurais do distrito de São José do Pantano conheceram esta semana o projeto "Nossa Água, Nosso Futuro". A ação da Prefeitura de Pouso Alegre promete apoio técnico e até recompensa financeira para aqueles que adotarem medidas para proteger as nascentes.

 

A iniciativa faz frente à degradação das nascentes de água, uma ameaça crescente à sobrevivência de rios e ao abastecimento de água nos centros urbanos. As primeiras ações do projeto devem começar pela bacia do Rio Mandu.

 

As primeiras ações para implantação do projeto começaram esta semana. Na terça-feira (19), técnicos e os respectivos chefes das secretarias municipais de Meio Ambiente e Serviços Urbanos e Agricultura e Abastecimento se reuniram com produtores rurais da região do Distrito de São José do Pantano. 

 

Na sede da Cooperativa dos Morangueiros Pantanenses, o projeto foi apresentado a cerca de 40 produtores. Funciona assim: o produtor se compromete a desenvolver ações como reflorestamento ou a manutenção da cobertura florestal, manejar a agricultura de forma sustentável. Em troca, recebem apoio técnico e financeiro que pode chegar a R$ 400 anuais por hectare.

 

Para cuidar de ações como reflorestamento da área ciliar, por exemplo, os produtores podem receber insumos como arame, mourões e mudas, além de orientação técnica para desenvolver a ação. A partir daí, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambienta (COMDEMA) passa a avaliar o desenvolvimento do projeto nas propriedades e o cumprimento das metas em visitas periódicas que acontecerão a cada seis meses.

 

Caberá à Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente elaborar o relatório que definirá o pagamento, em espécie, para cada uma das metas estabelecidas.

 

No encontro desta semana, o biólogo e ambientalista Farley Braz, professor da Univás e coordenador do projeto destacou a importância da preservação dos recursos hídricos e esclareceu aos produtores as condições para participar. Ele lembrou que os benefícios da preservação meio ambiente tem impacto para todos e vai além da recompensa oferecida pelo município.

 

O projeto

O projeto 'Nossa Água, Nosso Futuro é resultado de lei aprovada pela Câmara Municipal em 2018. O nome da iniciativa foi escolhido em concurso realizado nas escolas municipais. A ação é inspirada no célebre projeto 'Conservador das Águas' de Extrema. Criado em 2005, ele se tornou referência mundial e ganhador de diversos prêmios ambientais.

 

Em resumo, o projeto permite à Prefeitura prestar apoio técnico, de fomento e financeiro, na forma de pagamento por serviços ambientais aos proprietários rurais habilitados. 

 

Por que a mata ciliar é tão importante?

Quando um produtor rural age para preservar os mananciais de sua propriedade é como se, a partir daquele momento, ele se tornasse também um 'produtor de água', já que sua ação garante o equilíbrio ambiental necessário para que a fonte de água siga alimentando os rios.

 

Como destacado no projeto 'Conservador de Águas de Extrema', as florestas ciliares desempenham diversos papéis ecológicos. Ela atum na contenção de enxurradas, auxiliam a infiltração de água no solo ao reduzir a energia do escoamento superficial. Elas também permitem a absorção do excesso de nutrientes, na retenção de sedimentos e até de agrotóxicos, Funcionam ainda como proteção da rede de drenagem, ajudando a reduzir o assoreamento da calha do rio; fornecem matéria orgânica e criam microhabitats para as teias alimentares dos rios. 

 

Uma vez conservadas desempenham o papel de 'corredores ecológicos'. A restauração de matas ciliares foi considerada como uma das prioridades para a preservação ambiental pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). Segundo o IPCC (Malásia 2007) uma das estratégias para estabilizar as emissões de gases do efeito estufa é o reflorestamento.

 

 

 

Tags:

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Motociclista se choca violentamente contra mureta na Fernão Dias e morre na hora

17/11/2019

Polícia chega a suposta quadrilha de assaltantes que estaria agindo em Pouso Alegre e região

16/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas