Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Em mês de cortes no Brasil, demissões superam contratações em Pouso Alegre com leve variação

26/04/2019

Demissões no Comércio tiveram maior peso no resultado do mercado de trabalho durante o mês de março, em Pouso Alegre (Imagem: PXhere) 

 

Março foi o pior mês para o mercado de trabalho desde o inicio do governo Bolsonaro, com mais de 43 mil postos formais de trabalho fechados. Em Pouso Alegre, o saldo entre demissões e contratações ficou quase no zero a zero. Foram 1.582 admissões contra 1.585 demissões, restando um saldo negativo de 3 vagas. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do governo federal, órgão ligado ao extinto Ministério do Trabalho e Emprego, hoje sob a tutela do Ministério da Economia.

 

No saldo de 2019, o mercado de trabalho em Pouso Alegre segue positivo, com 362 contratações resultantes do fator entre admissões e demissões. No acumulado dos últimos 12 meses, saldo positivo de 1.162 postos. Na microrregião de Pouso Alegre, formada por 20 municípios, a variação no mês de março também foi pequena, com saldo positivo de 21 vagas.

 

Desempenho por setor

O desempenho por setor reflete a estabilidade no quadro geral de contratações. Os destaques ficam para o setor de serviços, que teve saldo positivo de 55 vagas e para o comércio, que voltou a ter um mau desempenho, fechando 54 postos. O resultado continua bastante influenciado pela crise do varejo que, desde o início do ano, já cortou 191 postos de trabalho na cidade.

 

Nas outras duas cidades-polo do Sul de Minas...

Varginha encerrou março com saldo de 212 vagas, mas acumula 38 postos fechados no ano. Em 12 meses, o saldo é positivo: 126. Na microrregião do município, integrada por 16 cidades, o saldo também foi positivo no mês de março, com 292 novos postos.

 

Em Poços de Caldas, ocorreu o maior número de baixas. O saldo ficou negativo, com 129 cortes resultantes da relação entre admissões e demissões. No ano, a cidade acumula 117 novos postos gerados e, nos últimos 12 meses, 574. Em março, a microrregião do município, integrada por 13 cidades, teve saldo negativo de 42 vagas, com 2.876 contratações contra 2.918 demissões.

 

 

Os números do mercado de trabalho nas três maiores cidades da região:

 

=> Pouso Alegre

Saldo de empregos em março: -3

No acumulado de janeiro a março de 2019: 362

No acumulado dos últimos 12 meses até março: 1.162

Resultado da microrregião (Pouso Alegre e 19 cidades do seu entorno): 21

Desempenho por setor no mês de março, em Pouso Alegre:

Mineral: 4 | Industria: 16 | Construção: -26 | Comércio: -54 (varejista: -36 | Atacadista: -18) | Serviços: 55 | Agropecuária: 3

 

=> Poços de Caldas

Saldo de empregos em março: -129

No acumulado de janeiro a março de 2019: 117

No acumulado dos últimos 12 meses até março: 574

Resultado da microrregião (Poços de Caldas e 13 cidades do seu entorno): -42

 

=> Varginha

Saldo de empregos em março: 212

No acumulado de janeiro a março de 2019: -38

No acumulado dos últimos 12 meses até março: 126

Resultado da microrregião (Varginha e 15 cidades do seu entorno): 292

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Gian e Giovani se apresentam em show gratuito no Pantano

21/11/2019

Mourão defende aeroporto de grande porte no Sul de Minas: Pouso Alegre é cidade com projeto mais avançado

21/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas