Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

O casal paulista que se mudou para Minas, aprendeu a fazer queijo e foi premiado no maior concurso do mundo

17/06/2019

Depois de pouco mais de um ano no Sul de Minas, casal aprendeu os segredos do Queijo Minas Artesanal e viu seu produto premiado no maior concurso de queijos do mundo, o Mondial du Fromage, na França

 

O Queijo Craveiro, premiado com a medalha de prata no Mondial du Fromage, na França, maior concurso do gênero no mundo

 

Carolina e João Gabriel desembarcaram no Sul de Minas em janeiro de 2018. Eles deixavam para trás o interior paulista e escolheram a cidade de Careaçu como sede para a concretização de uma meta: adquirir uma propriedade rural e viver "na roça, como sempre sonharam". O que eles não sabiam é que, em pouco mais de um ano, um dos produtos do sítio seria premiado entre os melhores do mundo, em um renomado concurso francês.

 

Antes do salto para o reconhecimento na Europa, uma escala para o matrimônio. Em junho de 2018, Carolina e João Gabriel se casaram e batizaram o sonhado sítio, onde iniciariam a vida a dois, com o sobrenome do casal: Craveiro.  O nome viraria marca registrada do produto que Carolina criaria após cursos e pesquisas. 

 

Seu primeiro contato com a arte dos queijos mineiros se deu no curso 'Derivados de Leite', do Senar Minas.  Nele, aprendeu as técnicas de produção dos queijos mais comuns: mussarela, frescal e meia cura. 

 

O casal Craveiro, Carolina e João Gabriel  (Foto: arquivo pessoal)

 

Em busca do queijo perfeito
Mas a paulista radicada no Sul de Minas pretendia ir além. Mergulhou fundo na cultura de queijos. Pesquisou, procurou e, de tanto procurar, achou: "Sempre pesquisei queijos diferentes para produzir, até que descobri a história do Queijo Senzala, da produtora Marly Leite, de Araxá".

 

O quitute de Marly foi eleito, em 2017, o melhor queijo de Casca Florida do mundo, conquistando a medalha 'Super Ouro', no Salão Internacional do queijo, na cidade de Tours (FRA).

 

Variação contemporânea do Queijo Minas Artesanal, o Casca Florida tem sua crosta criada por fungos que, enquanto se desenvolvem sob a superfície do laticínio, dão forma a uma espécie de flora. Daí o nome. O processo sofisticado de maturação é uma tendência entre os produtores mineiros, que buscam agregar cada vez mais valor ao produto.

 

Empenhada, Carolina fez contato com a mestra queijeira, que se dispôs a ensiná-la algumas de suas técnicas.

 

Em novembro de 2018, Carolina foi para Araxá. Um mês depois, ela dava início à produção do seu próprio Casca Florida, o Queijo Craveiro.

 

Seis meses depois de iniciar a produção, Carolina recebeu um convite inesperado. Marly Leite a chamou para participar do Mondial du Fromage com o Queijo Craveiro. A participação se daria por meio de uma ação da Sertãobras, ONG que apoia produtores de queijo.

 

Carolina não foi para a França, mas acompanhou de Careaçu sua criação conquistar a medalha de prata no concurso que reuniu 953 queijos de todo o planeta. 

 

Realizado nos dias 2, 3 e 4 de junho, o concurso teve a participação de 138 queijeiros de Minas. Desses, 50 levaram medalhas, sendo 3 super ouros, 5 ouros, 20 pratas e 22 bronzes.  No Sul de Minas, 11 produtores tiveram seus queijos premiados no concurso.

 

 

Depois de apenas seis meses de produção, o reconhecimento surpreendeu. "Essa inesperada conquista foi uma honra para nós e acredito que de grande importância para nossa região", avalia Carolina.

 

Ela espera que com a premiação possa chamar atenção para a produção do Queijo Minas Artesanal na região. "Nas regiões da Canastra, Serro e Araxá, a tradição e a cultura são comuns, mas aqui não. Esperamos com isso mostrar o valor da dedicação e do amor e que a cultura dos queijos artesanais podem ser inseridas e valorizadas em todas as regiões de Minas", conclui.

 

Como o casal Craveiro não pode ir ao concurso de Tours (FRA), a mestra queijeira Marly Leite recebeu a premiação por eles. Será que ano que vem eles estarão lá? No que depender do casal, a resposta é sim.

 

 

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Prefeitura inicia remoção de veículos abandonados

18/11/2019

Motociclista se choca violentamente contra mureta na Fernão Dias e morre na hora

17/11/2019

1/15
Please reload

Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com
Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas