Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Copasa anuncia obras de R$ 16,5 milhões em PA, mas município mantém ação por suspensão da taxa de esgoto

10/09/2019

 

 

A direção da Copasa assinou no final da manhã desta terça-feira, 10, a ordem de serviço para investimentos de R$ 16,5 milhões na ampliação e melhorias da rede de esgotamento de Pouso Alegre. 

 

A assinatura foi feita na Prefeitura e foi chancelada pelo prefeito Rafael Simões (PSDB), que tem feito uma forte campanha, questionando os serviços prestados pela companhia de saneamento. Simões chegou a dizer que estava declarando guerra à companhia e gravou vídeos pedindo ‘fora Copasa’.

 

Os investimentos anunciados atendem a uma decisão da 2ª Vara de Justiça de Pouso Alegre que, em julho, deu prazo de 120 dias para a Copasa adequar a rede de esgotamento da cidade, após ação movida pela administração Simões.

 

A companhia tem sido acusada de lançar esgoto não tratado em diversos pontos do município e ainda cobrar pelo tratamento dos resíduos.

 

As obras anunciadas contemplam:

 

- 15, 3 mil metros de redes coletoras

- 6, 3 mil metros de interceptores

- 4 mil metros de tubulação de recalque

- 4 estações de bombeamento

 

O diretor de operações da Copasa, Guilherme Frasson Neto, afirmou que o atendimento da companhia deve ser focado em todas as regiões da cidade de forma indistinta, mas os investimentos anunciados nesta terça devem ser, em boa medida, direcionados ao bairro São Geraldo, um dos que mais sofrem com falta de saneamento. “[No São Geraldo] a gente pretende construir duas estações elevatórias. É uma região complicada porque ele fica muito à margem do rio e que dificulta, por assoreamento, a manutenção de nossas redes de esgoto", informou o diretor.

 

Apesar dos investimentos anunciados pela Copasa, a Prefeitura deve seguir com a ação judicial que pede a suspensão da cobrança da taxa de esgoto na cidade e indenização por danos ambientais.

 

"Deixar muito claro para todos aqui, que nós não vamos aliviar para a Copasa. Já disse ao Guilherme lá atrás que nós vamos estar continuando a cobrar a Copasa que cumpra o contrato", se posicionou o prefeito Rafael Simões.

 

De acordo com a Copasa, as obras devem ter início em cerca de 30 dias.

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Veja: grande volume de chuva e lixo provocam alagamento impressionante na Comendador

14/12/2019

Vigilância Sanitária monitora buffet onde teria ocorrido surto de intoxicação alimentar em Pouso Alegre

13/12/2019

1/15
Please reload

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com