Banners_Portal_Capitólio_750x160.jpg

Com gol de Romarinho, Pousão vence o Betim e é campeão da Segundona

27/10/2019

Pousão campeão da Segundona do Mineiro - Foto: R24

 

Atualizado às 19h21

 

Com o acesso ao Módulo II do Mineiro garantido, o Pousão entrou em campo na tarde deste domingo, 27, contra o Betim com a possibilidade de coroar a excepcional temporada de 2019. 

 

Leia também:

 

> Os melhores momentos da partida e a festa do Pousão após título da Segundona

 

A equipe precisava apenas de um empate para se sagrar campeã da Segundona do Mineiro 2019, mas nem precisou usar a vantagem. Romarinho, o artilheiro do time, fez o gol da vitória aos 25 minutos do segundo tempo.

 

Ele recebeu um passe açucarado de Gênesis, que aproveitou uma bobeira da saída de bola do Betim para ficar com a bola e passar para Romarinho. O camisa 11 avançou em velocidade e bateu forte contra a meta do goleiro Lucas. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar no fundo da rede.

 

O jogo

Empurrado pela torcida, o Pousão iniciou a partida em um ritmo alucinante. Nas arrancadas de Romarinho e Mascote e o sempre bom pivô Gênesis, a equipe chegou por diversas vezes com chances de gol. Parecia questão de tempo para balançar a rede.


Acelerado, o Pousão conseguia roubar a bola com facilidade na intermediária e partir para ataques rápidos, mas pecava na conclusão, quando tanto. Na maioria das jogadas, faltava capricho no último passe. Ainda assim, a apostura aguerrida dos jogadores contagiava a torcida, que devolvia com o seu tradiciona; "OH, OH, VAI PRA CIMA DELES POUSÔOOO".


Á medida que o tempo foi passando o ímpeto do Dragão foi diminuindo, até pela dificuldade de manter o mesmo ritmo durante 90 minutos. Foi aí que o Betim ensaiou uma reação. Especialmente pelos pés de se camisa 10, o meia Hiwry Cezar, a equipe tentava ditar os ritmo do jogo. 

 

Na segunda metade do primeiro tempo, o Betim teve ao menos três boas chances de gol. Na mais perigosa delas, Hiwry Cezar ganhou um duelo com o lateral do Pousão e ficou frente a frente com o goleiro Cairo. Mas não foi dessa vez. Em uma belíssima defesa, Cairo espalmou o chute a meia altura. Fim de primeiro tempo.

 

O craque do time: Romarinho corre para a torcida a final da decisão. Atacante foi o autor do único gol da partida - Foto: R24 

 

Ultima etapa: confusão e gol dele, Romarinho

Na volta para o segundo tempo, o Pousão deu mais uma blitz contra a meta do Betim. Trave, goleiro, pontaria e falta de sorte pararam o ataque pouso-alegrense. Já contavam 20 minutos da última etapa do segundo jogo da final e o Betim ostentava, àquela altura, a impressionante marca de não ter levado um único gol durante toda a competição. 

 

Parecia difícil derrubar a estatística e vencer a muralha. Isso ficou bastante evidente depois que, nos primeiros segundos de bola rolando no segundo tempo, Mascote recebeu um passe sob medida de Gênesis dentro da área. Ele chegou batendo de trás, com consciência, sem chance para o goleiro Lucas. Mas a bola explodiu no travessão.

 

Mas a sólida defesa do Betim não resistiu à dupla Gênesis X Romarinho. O centroavante pouso-alegrense aproveitou uma bobeira na saída de bola do Betim, roubou a bola e imediatamente passou para Romarinho, que subia em velocidade. O baixinho botou na frente, acelerou, armou o chute, e já na entrada da grande área, fuzilou a meta adversária. Talvez para ilustrar a dificuldade do feito, a bola ainda carimbou com força o travessão.

 

Gol, gol do título. Romarinho o artilheiro foi para os braços da torcida. Escalou o alambrado do Manduzão e comungou com o público o que seria o clímax da partida.

 

A partida poderia ter se encerrado aos 25 minutos do segundo tempo, sem prejuízo para o espetáculo e fazendo justiça a um dos craques do campeonato, porém teve mais. O jogo ficou nervoso. Correndo atrás do placar, o Betim passou a reclamar de cera do Pousão e dos gandulas.

 

Aos 37 minutos, Michel Araújo partiu da reclamação para as vias de fato e tentou agredir um dos gandulas. Ele terminou expulso de campo, minando as poucas chances do Betim de tentar reverter o placar.

 

Minutos depois, um torcedor do Betim invadiu o campo para tentar agredir outro gandula. Ele foi contido por policiais, que o imobilizaram logo após as placas, atrás do gol defendido por Cairo. Os jogadores do Betim chegaram a reclamar de possível excesso da Polícia Militar. O jogo foi mais uma vez paralisado. 

 

Enlouquecida, a torcida do Pousão já gritava 'É CAMPEÃO', com direito a uma tirada de onda, 'Olé'. Faltava muito pouco para soltar para valer o grito preso na garganta. Fim de jogo. Romarinho corre para o alambrado mais uma vez para comemorar com a torcida. Pouso Alegre é campeão da Segundona.

 

 

 

 

 

 

Tags:

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Veja: grande volume de chuva e lixo provocam alagamento impressionante na Comendador

14/12/2019

Vigilância Sanitária monitora buffet onde teria ocorrido surto de intoxicação alimentar em Pouso Alegre

13/12/2019

1/15
Please reload

Editado por Capitólio Ass. E. R. Públicas
Avenida Dr. Lisboa, 334, Sala 2
CEP: 37550-110 | Pouso Alegre (MG)
Comercial: (35) 99931-8701 | (35) 3422-2653
comercialredemoinho24@gmail.com
Redação: (35) 3422-2653
redemoinho24@gmail.com